Sites Grátis no Comunidades.net
Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!

Gravidez na Adolescência



Total de visitas: 16491
Mudanças no corpo feminino

Mudanças no Corpo Durante a Gravidez
Estar consciente das mudanças ocorridas no corpo durante a gravidez é um dos caminhos mais seguros para viver essa fase com bastante tranqüilidade. A gestante precisa estar preparada para viver este período com tranqüilidade e conhecer os sintomas, alterações e as situações em que, consultar o seu médico, é o melhor caminho a seguir. Algumas situações poderão servir como uma fonte permanente de informação durante os nove meses da gravidez.

Azia e prisão de ventre

A alteração hormonal que ocorre durante a gravidez interfere na produção de enzimas digestivas e no peristaltismo intestinal e em conseqüência, a digestão fica mais lenta e a azia e a prisão de ventre se tornam inevitáveis. Uma dieta leve, com bastante fibra, líquidos e frutas (as menos ácidas como mamão, melão, ameixa, figo, por exemplo), muitas resolvem o problema. Nestes casos é bom lembrar que a automedicação é perigosa . Os medicamentos, mesmo os mais inofensivos, só devem ser tomados a conselho médico.

Inchaço

Um ligeiro inchaço é normal e previsível. No entanto, se a retenção de água estiver sendo excessiva, deve-se comunicar ao médico para evitar problemas mais sérios, como, por exemplo, sua associação com a hipertensão. É uma situação que exige cuidados. A medicação e/ou orientação médica adequada tem o objetivo de normalizar a situação.

Câimbras e Cólicas

No caso das câimbras, uma avaliação médica é fundamental para avalizar ou corrigir este problema, que geralmente ocorre em conseqüência do edema gestacional e/ou déficit alimentar em cálcio, potássio, etc. Já em casos de cólica, o médico lembra que não é um sinal de aborto, mas é o tipo de sintoma que a mulher grávida no 1º. trimestre deve procurar o seu médico. Em alguns casos, as cólicas e dores abdominais são sintomas que poderão ser observados durante toda a gestação e sem nenhuma repercussão à gravidez.

Sangramento

Ocorrendo no início da gravidez pode se tratar de ameaça de abortamento ou sangramento de implantação do embrião. Nesse caso é bom avisar o médico e checar a necessidade de uma verificação rápida. Fique atenta. O sangramento requer cuidado imediato.

Enjôo e Vertigens

Comum nos três primeiros meses de gravidez, o enjôo é uma das primeiras manifestações de que o organismo está passando por transformações. Pode ser causado pelas alterações hormonais, pelo aumento dos ácidos estomacais e até por fatores psicológicos.O enjôo só deve ser causa de preocupação, quando seguido de vômitos incoercíveis. Este não é um sintoma freqüente, mas pode ocorrer. Cada mulher tem um ritmo para se adaptar a nova situação. Pequenas vertigens podem ser apenas sinal de que o organismo está precisando de um pouco mais de tempo para se adaptar. Na consulta de pré-natal, não esqueça de relatar este sintoma.

Corrimento

É uma reação comum do organismo feminino às alterações que o meio vaginal sofre durante a gravidez. Não é sinal de nenhuma irregularidade, mas deve ser tratado com atenção.

Cáries

Há alguns anos atrás, o problema de fragilidade dentária das grávidas esteve ligado a uma possível perda de cálcio. Hoje, através de estudos mais recentes liga-se este fato a uma alteração na saliva que pode desencadear um processo de cáries, gengivas inchando e sangrando através da ação dos hormônios.

Bebê Tranqüilo

Os primeiros movimentos fetais são esperados com ansiedade pelas futuras mães, que geralmente ocorrem em torno da 18ª. a 22ª. semana de gestação. Em alguns casos, mães inexperientes podem demorar mais tempo para sentir as acrobacias do bebê. Mas depois de já mexer com regularidade, o bebê se aquietar, comunique com o seu médico. Existem exames simples e rápidos como, por exemplo, à ultra-sonografia que checam o bem-estar do feto e garantem a tranqüilidade da futura mãe, ressalta o ginecologista.

Fique alerta

Todas as mulheres grávidas apresentando sintomas como sangramento ou perda de líquido vaginal, alterações abdominais e/ou contrações uterinas intensas, dores de cabeça intensa e freqüente, parada de movimentos fetais e edemas de membros inferiores, mãos e face, devem procurar imediatamente um serviço de assistência médica. Além disso, os médicos advertem quanto aos perigos do fumo durante a gravidez, o alcoolismo e com relação ao uso de drogas, porque além de comprometer a mãe, comprometerá radicalmente o desenvolvimento do bebê.
Criar um Site Grátis   |   Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net